Antes de começar a utilizar a boleta da plataforma do Mercado de Câmbio Internacional (Forex) – ou em qualquer mercado -, é fundamental que os traders conheçam quais são os mercados e os instrumentos disponíveis para aplicar uma estratégia operacional. É preciso conhecer a ferramenta antes de manuseá-la.

Se você está procurando como evoluir profissionalmente como um trader autônomo, sem amarras e muletas, esta postagem servir muito bem.

Ao conhecer a estrutura dos mercados, será possível melhorar o processo de gestão operacional, ou seja, o trader poderá escolher de forma objetiva e consciente como utilizar cada um dos instrumentos disponíveis nos ambientes de negociação, especialmente para pessoa física.
Como exemplo, muitas vezes o trader decide fazer operações de scalping trades rápidos -, com uma exposição grande, acima de 1 lote padrão (nocional maior que USD 100.000), e o único ambiente e condições operacionais que ele conhece é apenas o X, ignora completamente os outros. Assim, ele pode acabar pagando caro e até mesmo perdendo e limitando oportunidades dado ao ambiente de negociação, custos operacionais, características de formação de preço e execução de ordens.

Por outro lado, ao decidir montar operações de longo prazo e estruturadas, o trader pode não as executar pois o ambiente em que ele opera impossibilita ou dificulta muito operações nestes timeframes.

O trader está se limitando profissionalmente ao operar sem o devido conhecimento da estrutura do mercado de FX, da formação de preço, das características fundamentais dos participantes e dos ativos negociados nos três ambientes – mercado à vista, mercado futuro e mercado de CFDs .

EUR/USD e Futuro de Euro. Futuro operando com prêmio em relação ao spot.

EUR/USD e Futuro de Euro. Futuro operando com prêmio em relação ao spot.

Pra mim, ser trader não é só clicar pra entrar e sair, analisar gráficos ou fluxo; é mais do que isso. É ser profissional. Conhecer o mercado e atuar ativamente nas pontas que podem trazer vantagens operacionais. Eu posso sobre como se fossem praças de negociações, em que cada uma oferece suas regras e condições, ao conhecer cada uma delas e suas características, eu poderei então utilizar a minha experiência e capital para atuar da forma que eu achar coerente, e não ser apenas um repassador de ordens (girador).

Para explicar mais sobre a formação de preços e características do mercado de moedas como um todo, eu decidi gravar um vídeo resumindo a estrutura e o funcionamento desses três principais ambientes de negociação de moedas.

Também mostro pontos sobre arbitragem de preço entre os mercados e como podemos utilizar os dados de nível 2 – Fluxo de Ordens – do mercado futuro para operar em uma plataforma de CFDs e até mesmo no mercado à vista.

Assista:

Comentários

Comentários