A técnica de Market Profile foi desenvolvida nos anos 80 por J. Peter Steidlmayer, um trader de futuros na Chicago Board of Trade (CBOT).

Para resumir a história, naquela época Steidlmayer basicamente usou letras para classificar cada período, e assim, no final da sessão ele tinha uma distribuição de preços.

O conceito básico por trás da técnica é que assim que os negócios vão sendo realizados durante o pregão, o operador consegue identificar os “TPOs” (Time Price Opportunities), regiões em que preços “injustos” (aqueles rejeitados pelo mercado) ficam nítidos e podem ajudar o operador na tomada de decisão e gerenciamento de risco.

Market Profile. Plataforma Sierra Charts.

Market Profile. Plataforma Sierra Charts.

Estas regiões são normalmente encontradas nas extremidades da “Value Area” (Área de Preço Justo – região em que há concentração de cerca de 70% do volume). Com isso, dependendo do contexto do mercado, o operador pode encontrar oportunidades de negociação usando a técnica de Market Profile.

Ao incorporar ferramentas de  Volume Profile ao contexto do Market Profile, o operador consegue analisar a distribuição de liquidez de acordo com o volume negociado em cada nível de preço e interpretar quais regiões de preço os participantes estão concordando ou não.

Aplicando alguns conceitos básicos do Market Profile, a leitura do volume fica mais aprimorada e precisa. Interpretando de forma prática porém bastante simplória, desconsiderando contexto:

– Zona de Máxima Injusta: Região de interesse para vendedores pois apresenta menor risco por ser uma região de máxima que o mercado rejeitou.
– Área de Preço Justo: Região em que os participantes em geral concordam negociar grande parte do volume. Zona de interesse para operadores que buscam liquidez.
– Zona de Mínima Injusta: Região de interesse para compradores pois apresenta menor risco por ser uma região de mínima que o mercado rejeitou.

Volume Profile usando conceito de Market Profile.

Volume Profile usando conceito de Market Profile.

Sobre os princípios do Market Profile

A técnica de Market Profile pode ser utilizada devido à natureza de negociação do mercado, uma vez que o processo de leilão em mercado centralizados pode ser lido através do tempo, preço e volume.

Durante a sessão, o mercado desenvolve um range de preços, criando uma “área de preço justo” (value area) que representa um ponto de equilíbrio, onde há um concentração representativa de compradores e de vendedores aceitando aquela região de preço.

Nesta área, dependendo do ativo, liquidez e volatilidade, o preço tende a ficar em um range sólido, já que os participantes estão concordando em negociar seus contratos nesta faixa de preço.

O Market Profile é baseado na curva de distribuição normal, onde aproximadamente 70% do volume está dentro de um desvio padrão da média de preço. Esta é a value area.

Acompanhar a distribuição de volume ao longo da sessão, dá ao operador uma visão muito mais clara sobre os níveis mais importantes de negociação: os preços considerados “justos” e os “injustos”.

É importante observar que o Market Profile e Volume Profile são ferramentas para auxiliar na tomada de decisão. Não tem como objetivo resolver o mercado.

Estas ferramentas ajudam muito na leitura e interpretação da formação de preço. Grandes participantes são melhores informados, e como são eles que criam e buscam liquidez, as áreas de volume são pistas de onde esses participantes estão concordando ou não fechar negócio.

Devido a grande importância dessas áreas, através da leitura do fluxo de ordens utilizando os conceitos e ferramentas de Market Profile e Volume Profile, o operador de varejo consegue analisar em tempo real as zonas de preço mais relevantes da sessão, e com isso em mãos, é possível gerenciar diversos aspectos das operações de maneira muito mais precisa.

Sessão do Dólar Futuro negociado na BMF. Plugin de Volume Profile: OFA Ninja.

Sessão do Dólar Futuro negociado na BMF. Plugin de Volume Profile: OFA Ninja.

Curso Gratuito de Tape Reading da Scalper Trader

Comentários

Comentários